SEJAM MUITO BEM VINDOS A ESTE BLOG!--------ABRAÇOS,------SOL da Esteva

segunda-feira, 3 de janeiro de 2011

Dois Amores



Agora, mais animado
Mas triste, profundamente,
Me fico, apaixonado,
Ardendo, eternamente.

Espero que a morte venha
Pôr termo ao meu penar
E que tenha (ou que não tenha)
Alguém a quem esperar.

Saudade e melancolia;
Um ramo com duas flores…
Perfume que me inebria

Mas não me dá alegria.
As duas são meus amores,
Saudades, melancolia…


SOL

Etiquetas: ,

3 Comentários:

Blogger ANTÓNIO MANUEL SANTOS disse...

OLÁ !!!!
SOL...
Adorei este teu poema.
Como saudade e melancolia suger também solidão e dentro destas há sempre um despertar, faço votos para que haja sempre mais um amanhã para que surjam mais e mais poemas...
Eu próprio e
http://www.umraiodeluzefezseluz.blogspot.com
Agradecem
António Santos

2 de janeiro de 2011 às 17:15  
Anonymous DAD disse...

Olá Amigo,

Gostei muito de mais este poema!
Muita inspiração!
Beijinho,

5 de janeiro de 2011 às 10:17  
Blogger Paula disse...

Este diz muito, mas mesmo muito. So nos sabemos, nao 'e Sol?

12 de janeiro de 2011 às 17:00  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial